Preencha os campos abaixo para submeter seu pedido de música:

logo-bonus
No comando: Bonus

Das 00:00 as 01:00

logo-sertaoneja
No comando: Sertãoneja

Das 05:00 as 06:30

logo-paixao
No comando: Paixão Sertaneja

Das 06:30 as 08:00

logo-altercomu
No comando: Alternativa Comunidade

Das 08:00 as 12:00

logo-arquivox
No comando: Arquivo X

Das 12:00 as 13:00

logo-as7hits
No comando: As 7 Hits

Das 13:00 as 13:30

logo-vitamina
No comando: Vitamina

Das 13:00 as 15:00

logo-peaoneja
No comando: PeãoNeja

Das 13:30 as 15:00

logo-zonalivre
No comando: Zona Livre

Das 15:00 as 16:40

logo-asmaismais
No comando: As Mais Mais

Das 16:30 as 17:30

logo-avozparoquia
No comando: A Voz da Pároquia

Das 17:30 as 18:00

logo-nolance
No comando: No Lance do Jogo

Das 18:00 as 19:00

logo-prog
No comando: Programação Alternativa

Das 20:00 as 22:00

logo-hitsdanoite
No comando: Hits da Noite

Das 22:00 as 00:00

Litoral tem nove barragens: Guaratuba, Guaraqueçaba, Antonina e Morretes

Compartilhe:
1b_-_copel

A maioria delas é para uso hidrelétrico ou abastecimento de água Após a tragédia do rompimento da barragem de Brumadinho, em Minas Gerais, no dia 25 de janeiro, que gerou danos ambientais imensuráveis, bem como 150 pessoas mortas e 182 desaparecidas, a preocupação com este tipo de construção tornou-se pauta recorrente perante a população e os governantes. Em novembro de 2018, a Agência Nacional de Águas (ANA) divulgou o balanço mais atualizado do Relatório de Segurança de Barragens em todo o Brasil. Na lista, o órgão federal divulgou que oo litoral do Paraná conta com nove barragens localizadas nos municípios de Antonina, Morretes, Guaraqueçaba e Guaratuba.

A maioria das barragens litorâneas serve para fins hidrelétricos por parte da Companhia Paranaense de Energia Elétrica (Copel) ou para abastecimento de água pela Prefeitura de Guaraqueçaba. No entanto, duas barragens localizadas em Morretes não contam com divulgação do material que elas retêm, sendo que uma delas nem mesmo tem o nome da pessoa física ou empresa.

Em Guaratuba, consta na lista a barragem de Guaricana, que é responsabilidade da Copel e conta com uso para fins hidrelétricos, ou seja, conta com água retida. A barragem possui categoria de risco baixo, porém o dano potencial associado é alto. A capacidade da estrutura é de 9.720 metros cúbicos e a altura, acima da base de fundação, é de 29,5 metros. Não constam na lista informações de autorizações e o material utilizado para construção de barragem é o concreto.

 

Deixe seu comentário: